'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Saudoso já deste Verão que Veio

Saudoso já deste verão que veio,
Lágrimas para as flores dele emprego
Na lembrança invertida
De quando hei de perdê-las.
Transpostos os portais irreparáveis
De cada ano, me antecipo a sombra
Em que hei de errar, sem flores,
No abismo rumoroso.
E colho a rosa porque a sorte manda.
Marcenda, guardo-a; murche-se comigo
Antes que com a curva
Diurna da ampla terra.

Ricardo Reis
Heterónimo de Fernando Pessoa

1 comentário:

ღPat.ღ disse...

Quero agradecer teu carinho em meu espaço e dizer que é um imenso prazer poder lê-lo.

Um beijo, cheiro e queijinho ;)

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger