'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

domingo, 14 de março de 2010

Coroai-me

Coroai-me de rosas,
Coroai-me em verdade,
De rosas — Rosas que se apagam
Em fronte a apagar-se Tão cedo!
Coroai-me de rosas
E de folhas breves.
E basta.

Ricardo Reis


 [imagem: daqui]

3 comentários:

Otário disse...

Não conhecia este poema.
A verdade vã, permanece,
enquanto o útil desvanece...
...a verdade padece de saudade!

Fabricante de Sonhos disse...

Corei...
Belíssimo.
Digno de pétalas de flores!
A todos...
Tenham uma ótima semana!
Beijokas!
www.twitter.com/millaborges

Felipe A. Carriço disse...

Rosas são sinceras.
São para serem vistas, não tocadas.

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger