'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

segunda-feira, 22 de março de 2010

Abraça-me!
Hoje, não te perfumes nem te maquilhes,
quero sentir o perfume da tua pele.
Abraça-me, já disse!
Quero morrer hoje, mas com o teu perfume
entranhado. Deixa o vento fazer as honras,
e fecha-te em mim, como as conchas / fecham
as pérolas nelas. E deixa-me abraçar-te,
abraçando-me, quero que me abraces bem.

Hoje, não te perfumes, nem maquilhes,
porque, hoje, vou-te ensinar a perfumar
e a maquilhar, como nunca antes te
perfumaste nem maquilhaste.

Texto: OT http://blog-do-otario.blogspot.com
Imagem: Edu http://paradoxosdoedu.blogspot.com

5 comentários:

continuando assim... disse...

Convite
O livro "Continuando assim...", foi maltratado...

Resolvi por isso, e porque tanta gente não encontra o livro onde deveria estar (nas livrarias), recontar a história
Lá no …. Continuando assim…
www.continuandoassim.blogspot.com

Vamos em metade da história, o livro reescrito não está igual (nem poderia!) ao que foi editado.
Obrigada a todos os que vão seguindo (pois só assim vale a pena).
Um obrigada especial a quem ainda não conhece e chega de novo

Uma reflexão em relação a todo este assunto entre livros, autores e editoras, e um conselho, se me é permitido:

--- quando vos pedirem dinheiro para editar as vossas palavras, simplesmente digam que não ---
BJ
Teresa

ParadoXos disse...

este poema devia ir a concurso!!
não é um poema, é muito mais... é um verdadeiro documento poético dedicado ao sentir!!

abraços

Soraya Guimarães disse...

Deixem-se levar pela maquilhagem um do outro. Da natural. E depois, com essa essência perfumem-se para sempre *

Gostei bastante (:
- parabéns !

sonho disse...

Não há palavras que descrevam a maravilha deste poema...tão natural...sem maquilhagem:)
Beijo d'anjo

Saozita disse...

Lindo o seu poema,palavras para qué Bj voltarei

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger