'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

terça-feira, 5 de maio de 2009

Sonho Qualquer




A alma nua e transparente
Exposta
Transbordando de amor
Ofertando-se atraente
Sedutora
Sem um pingo de pudor

(...)

Naquele clima envolvente
Ofegante
Deixado-se dominar
Sendo agressiva e obediente
Sádica
Sem medo de se entregar

(...)

E cada vez mais atraente
Livre
No ápice do prazer
Satisfazendo-se totalmente
Extasiada
A ponto de enlouquecer

(...)

Acalmou o corpo e a mente
Exausta
Sonhando um sonho qualquer
E adormecendo calmamente
Linda
De alma, se fez mulher.


Milla Borges

2 comentários:

A.S. disse...

Milla... Belo poema!

Sensualidade e desejo!...
Um poema com alma de mulher onde as palavras ardem na pele!


Doces beijos...

Camilla disse...

A.S, obrigada!

As palavras que ardem são as que levam aos mais doces sentimentos...

Beijo meu!

Fabricante...

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger