'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

segunda-feira, 11 de maio de 2009


Quando lhe olho o rosto,

meu olhar não arrisca em fitar,
como se me era proposto,

toda a restante beleza do mundo.

Porque ela é o meu eu profundo,

a minha longínqua semelhança,

e tem um sorriso rasgado

que não me sai da lembrança.




E se ao reler o meu poema,

a recordo em todo o esplendor,

me corrói no corpo uma pena
de não a saber por inteiro,

não destinguir o bem do mal,

e questiono se meu olhar é verdadeiro
ou, porventura, até,

se a conheço tão bem afinal.

3 comentários:

Helô Müller disse...

Bela poesia !! Belo romantismo para um início de semana ... Beijocas !!

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Faça uma lista de grandes amigos,
quem você mais via há dez anos atrás...
Quantos você ainda vê todo dia ?
Quantos você já não encontra mais?
Faça uma lista dos sonhos que tinha...
Quantos você desistiu de sonhar?
Quantos amores jurados pra sempre...
Quantos você conseguiu preservar?
Onde você ainda se reconhece,
na foto passada ou no espelho de agora?
Hoje é do jeito que achou que seria?
Quantos amigos você jogou fora...
Quantos mistérios que você sondava,
quantos você conseguiu entender?
Quantos defeitos sanados com o tempo,
era o melhor que havia em você?
Quantas mentiras você condenava,
quantas você teve que cometer ?
Quantas canções que você não cantava,
hoje assobia pra sobreviver ...
Quantos segredos que você guardava,
hoje são bobos ninguém quer saber ...
Quantas pessoas que você amava,
hoje acredita que amam você?
(Oswaldo Montenegro)

Desejo uma semana com muito amor, carinho e saúde
Um grande abraço do amigo
Eduardo Poisl

KrystalDiVerso disse...

Deixo aqui um convite para mirar-se no meu "Espelho".

Interessante este seu BLOG.

Boa semana!


Escolha entre... beijos e abraços

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger