'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

domingo, 22 de fevereiro de 2009

A minha missão...


- Já alguma vez reparaste que todas as máquinas são feitas por alguma razão? - perguntou a Isabelle. _ São construídas para te fazer rir, como este rato aqui; ou para dizer as horas, como os relógios; ou para te encher de admiração, como o autómato. Talvez seja por isso que uma máquina avariada me deixa sempre um bocado triste, por não ser capaz de fazer aquilo para que foi destinada!
Isabelle pegou no rato, deu-lhe corda novamente e pousou-o.
- Talvez aconteça o mesmo com as pessoas - continuou o rapaz. - Se perdes o teu objectivo... é como se estivesses avariado.
(...)
- Então, é esse o teu objectivo? Arranjar coisas?
Hugo pensou no assunto.
- Não sei - disse. - Talvez.
- Qual será o meu? - interrogou-se Isabelle.
- Não sei - respondeu Hugo.


Excerto de A Invenção de Hugo Cabret, de Brian Selznick

1 comentário:

UMA PAGINA PARA DOIS disse...

Desculpa pela minha ausência, mais estou trabalhando, Florianopolis está lotada de turistas para o Carnaval.
Só passei para desejar um bom fim de Carnaval e uma ótima semana.
Abraços

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger