'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

sexta-feira, 28 de novembro de 2008

Em resposta ao texto publicado relativo a Carlos Drummon, por Warrior
deixo aqui um texto poética que realizei a uns tempos atrás.















São más, cruéis,
lindas de morrer,
são como um punhal:
matam por querer;

algumas tão belas,
simpáticas e bonitas
que até sem notarem...
marcam várias vidas.

Tenho montes delas
guardadas no coração,
outras nem posso ouvir:
não guardo compaixão!

São elas de que vivo
e que me fazem viver,
são apenas palavras:
ditam, a vida de um ser...

2 comentários:

izzie_tisha disse...

Mto bom! Percebo ainda mais agora o porquê de seres o fundador deste lugar... =)

Pedro disse...

Há algum tempo que não encontrava alguém que me soubesse dizer o que são as palavras...

Lindo poema! Impressionas-me! Realmente, este espaço só podia ser teu...

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger