'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

quinta-feira, 3 de dezembro de 2009

A Ema

Quando a chuva cai
e eu a ouço cair,
qualquer coisa em mim
começa a emergir.

E enquanto cai a chuva
e eu recordo os seus passos,
os meus olhos secos,
depressa ficam molhados.

E perguntam 'Quem é ela?'
Eu próprio já não a conheço.
Mas, quando cai a chuva,
é tudo o que não esqueço.

E é tudo o que não esqueço
e é-me toda recordada,
é-me um amor acesso
que não apago por nada.

OT

3 comentários:

Felipe A. Carriço disse...

A chuva, assim como o amor, dá sinais da sua queda e muitas vezes deixa os olhos molhados.

O cantinho da Va' disse...

lindoooo!

Otário disse...

obrigado pelos comentários,
fico contente por ser apreciado :)

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger