'O espelho reflecte certo; não erra porque não pensa.
Pensar é essencialmente errar.
Errar é essencialmente estar cego e surdo'
Alberto Caeiro

Sentidos

terça-feira, 25 de novembro de 2008

Sou o que sou e o espelho nada revela
Em bela casa esconde-se minha alma
Com calma transparência alguém vê
E o que vê nem todos podem saber


Karla Bardanza


Não será essa a finalidade deste lugar?
Mais que a reflexão sobrenós próprios e o que nos rodeia... uma reflexão da nossa imagem e das nossas palavras, na esperança que o objecto reflectido se aproxime o mais possível de nós.
Agora falta saber, quem nos irá ver? Se vêem com olhos de ver ou se nem na memória figuramos.
A quem passar prometo palavras, só minhas, depois nossas. A quem ler, prometo atenção. Todos os outros vão apenas vislumbrar letras que se sucedem no ecrã.
Tal como disse em outras páginas: Mas as palavras tocam e, no fundo, toda eu sou palavras.

Um olá a todos!

1 comentário:

Otário disse...

olá... bem vinda a este cantinho! Belo texto, no fundo, todos nós somos palavras, comemos e sentimos palavras, as palavras são o que nos fazem ser. E, o que somos, tal como afirmas-te, nunca reflecte a mesma imagem. E isso é que faz valer a pena a vida, a procura do desconhecido.

Copyright © - EspelhoSentido - is proudly powered by Blogger